Sistemas Operacionais de Supervisão e Segurança
Programa financiador:
Valorização do Território
Eixo: Eixo I – Redes e Equipamentos Estruturantes Nacionais de Transportes e Mobilidade Sustentável
Região de Intervenção:
Alentejo
Fundo:
Fundo de Coesão
Beneficiário:
Administração do Porto de Sines, SA
Custo Total:
2.118.237,50
Comparticipação Comunitária:
783.747,88
JW Player goes here
Descrição do Projeto

Esta operação tem como objetivo a realização de um conjunto de intervenções imprescindíveis ao nível da melhoria contínua das condições de operacionalidade e segurança das instalações do Porto de Sines, da proteção dos utilizadores, de um desempenho ambiental sustentável e da segurança no transporte e integridade das mercadorias, reforçando a capacidade operativa daquele porto.

 

Pela sua natureza e dimensão de grande porto Hub, o Porto de Sines apresenta desafios de gestão específicos para os quais as tecnologias de informação se apresentam como ferramentas de suporte essenciais e que simultaneamente podem aportar importantes fatores diferenciadores para o crescimento do porto e para o seu papel na economia nacional. 
Sendo o Porto de Sines um nó essencial das cadeias de abastecimento e de distribuição globais com importância crescente e, ao mesmo tempo, fronteira externa da União Europeia, é fundamental a existência de um modelo de gestão portuária que permita um equilíbrio entre a aplicação das regras de segurança e protecção e a boa agilização das operações de navios e a fluidez das mercadorias, enquadrado numa visão de médio e longo prazo de posicionamento de Sines nas grandes rotas intercontinentais. 
A operação “Sistemas Operacionais de Supervisão e Segurança” permitiu desenvolver novas ferramentas tecnológicas de suporte às diferentes dimensões da gestão do Porto de Sines, quer ao nível operacional quer de segurança e protecção, contemplando também ferramentas de integração na vertente de planeamento e desenvolvimento futuro do porto. 
A implementação do Centro de Suporte e Helpdesk dos processos eletrónicos de navios e mercadorias suportados pela Janela Única Portuária veio permitir o total controlo e simplificação do despacho eletrónico para a rápida movimentação das mercadorias. A evolução e modernização do Centro de Controlo de Tráfego Marítimo (VTS) permitiu uma melhor fluidez e segurança dos navios. O desenvolvimento do Sistema de Identificação e de Informação Geográfica (SIIG) veio permitir uma melhor gestão do ordenamento e planeamento operacional e físico do porto. Por outro lado, a implementação da aplicação informática de suporte e modelos matemáticos destinada à previsão e cálculo de impacto de acidentes em áreas onde são movimentadas e armazenadas as mercadorias perigosas, bem como o aumento da capacidade dos sistemas de Alimentação Eléctrica Ininterrupta (UPS) permitiram aumentar a segurança e a proteção ambiental do porto e a melhoria muito significativa da disponibilidade de todos os sistemas de informação do porto. Complementarmente, a aquisição de uma lancha de pilotagem com características mais adequadas aos recentes desenvolvimentos do porto e ao tipo de navios que o demandam actualmente, permitiram também o reforço da segurança e da operacionalidade do porto nas acessibilidades marítimas. 
Da implementação desta operação resultou um conjunto de benefícios concretos que têm contribuído para manter o porto a crescer a bom ritmo e a afirmar-se no mercado internacional do shipping como porto de referência em modernidade e competitividade. Os bons resultados da aplicação desta operação têm sido distinguidos a vários níveis, destacando-se a escolha do Porto de Sines para a celebração do programa Simplex na aplicação de tecnologias de informação na administração pública, a recepção do galardão de projecto SIG do ano em 2011 e a selecção das soluções implementadas no Porto de Sines por outros países, nomeadamente na CPLP, para adoção nos seus portos. 
Mas mais importante ainda, podemos afirmar que o aumento da atividade dos clientes habituais do porto e a adesão de novos clientes de elevado potencial tem sido o maior “prémio” para a constante melhoria dos serviços que o porto disponibiliza e para a qual esta operação muito contribuiu.


Administração do Porto de Sines, SA

contatos