Newsletter QREN

botao_newsletter

N.º 46 | 13 de janeiro de 2014

ÍNDICE DE BEM-ESTAR PARA PORTUGAL - PRIMEIROS RESULTADOS DIVULGADOS PELO INE

O INE apresenta os principais resultados do estudo “Índice de Bem-estar para Portugal” que realizou pela primeira vez.

Este estudo foi desenvolvido ao longo dos últimos três anos, alicerçando-se em metodologia definida por um conjunto de organizações internacionais, nomeadamente a OCDE e o Eurostat, e já aplicada por vários Institutos de Estatística.

A conceção deste projeto e a definição dos domínios de análise que integram o Índice de Bem-estar (IBE) beneficiaram dos contributos de um conjunto de reputados peritos nas diferentes áreas, a quem muito se agradece a colaboração.

O índice agora divulgado abrange o período de 2004 a 2011 apresentando resultados preliminares para o ano de 2012 e será objeto de atualização e divulgação anual.

O Índice de Bem-estar aumentou entre 2004 e 2011, estimando-se uma ligeira redução em 2012.

Dos 10 domínios que integram o IBE, a Educação, a Saúde e o Ambiente são as componentes do bem-estar com evolução mais favorável no período analisado.

Inversamente, os domínios Trabalho e remuneração e Vulnerabilidade económica são aqueles cuja evolução foi mais desfavorável.

Os dois índices sintéticos, Condições materiais de vida e Qualidade de vida, evoluíram em sentidos opostos, com o primeiro a evidenciar uma tendência decrescente, que se acentuou de 2010 para 2012, e o segundo a apresentar uma tendência crescente.

 

Saiba mais, AQUI.

 

Fonte da notícia: Site do INE

contatos