Newsletter QREN

botao_newsletter

N.º 71 | 15 de setembro de 2014

GOVERNO APROVA CRIAÇÃO DE BANCO DE FOMENTO PARA FINANCIAR PME
O Conselho de Ministros aprovou a criação da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD) e os respetivos estatutos.

 

A IFD visa colmatar as insuficiências de mercado no financiamento das pequenas e médias empresas, designadamente, ao nível da capitalização e do financiamento de longo prazo da atividade produtiva.

No âmbito da sua gestão, a instituição privilegia uma intervenção de natureza grossista, operando em estreita parceria e complementaridade com o sistema financeiro, sem se sobrepor às atividades desenvolvidas pelas instituições de crédito, não captando depósitos nem outros fundos reembolsáveis junto do público.

O Ministro da Economia, António Pires de Lima, afirmou que a IFD, «de início vai ser dotada de um capital de 100 milhões de euros, valor que poderá crescer em função das suas necessidades», na conferência de imprensa do Conselho de Ministros.

 

A IFD tem «uma função ao nível do investimento anti-cíclico» destinando-se a «suprir as falhas do mercado», nomeadamente «em momentos de recessão ou estagnação económica, acabando por ampliar esse movimento». Assim, será «normal que se sinta mais a sua atuação quando a economia está em recessão ou estagnação».


Esta instituição financeira fica na dependência do membro do Governo responsável pela área da economia em articulação com a área do desenvolvimento regional, sem prejuízo da função acionista exercida pela área das finanças.


O banco de fomento terá sede no Porto e deverá entrar em funcionamento até final do ano.


Fonte: Portal do Governo

contatos