Newsletter QREN

botao_newsletter

N.º 71 | 15 de setembro de 2014

CARLOS MOEDAS SERÁ COMISSÁRIO EUROPEU DA INVESTIGAÇÃO, CIÊNCIA E INOVAÇÃO
O comissário português será responsável pelo maior programa-quadro de sempre de apoio às investigação e inovação da UE.

 

O comissário indicado por Portugal para a nova Comissão Europeia, Carlos Moedas, vai assumir a pasta da Investigação, Ciência e Inovação, anunciou em Bruxelas o presidente eleito da Comissão, Jean-Claude Juncker. Carlos Moedas, de 44 anos, é, ainda, Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro.


O comissário português será responsável pelo maior programa-quadro de sempre de apoio às  investigação e inovação da UE, o Horizonte 2020, com um orçamento de quase 80 mil milhões de euros (8% do orçamento da UE) para os próximos sete anos.


«A Inovação e a Investigação são a chave para o crescimento que queremos na Europa: um crescimento sustentável que promova a qualidade de vida dos Europeus», escreveu Carlos Moedas num comunicado divulgado em Bruxelas, após o anúncio da pasta que lhe foi atribuída. Elas «são a chave para aumentarmos a produtividade e dinamismo das nossas empresas, para competirmos pela excelência e não pelos baixos custos».


Carlos Moedas vai também gerir dois serviços: a Direção-geral da Investigação e Inovação e Centro de Investigação Conjunto.


A nova Comissão Europeia deverá entrar em funções a 1 de novembro, tendo o a composição do colégio de comissários que ser aprovada ainda pelo Parlamento Europeu, após a audição de cada um dos comissários designados.


Fonte: Portal do Governo

contatos