Newsletter QREN

botao_newsletter

N.º 76 | 4 de novembro de 2014

QREN COM 82% DE TAXA DE EXECUÇÃO
18 mil milhões de euros transferido para os beneficiários. 108% das verbas comprometidas.

 

O QREN atingiu uma taxa de execução de 82%, representando um acréscimo de 3 p.p. face ao 2º trimestre de 2014.


Neste sentido, já foi executado um montante de quase 18 mil milhões de euros de fundo, que corresponde a um investimento total de perto de 26 mil milhões de euros, sendo que o montante de fundo transferido para os beneficiários a título de pagamento se cifra também nos 18 mil milhões de euros.


A tradução operacional destes investimentos pode ser verificada no conjunto de projetos apoiados pelo QREN, desde os sistemas de qualificação e educação (apoiados pelo FSE) aos apoios diretos às empresas (apoiados pelo FEDER), sem esquecer importantes dimensões da valorização territorial como as acessibilidades e mobilidade (apoiadas pelo FEDER e pelo Fundo de Coesão) ou a proteção e valorização do Ambiente (apoiada pelo Fundo de Coesão).


Destaca-se o número de formandos abrangidos em ações de dupla certificação (626 mil abrangidos que iniciaram o ciclo formativo), as empresas apoiadas com ajudas diretas ao investimento
(13.314 empresas, das quais 2.171 start-up) e os km de rede de abastecimento e de rede de saneamento de águas residuais contratados (3.243 km no caso do abastecimento e 6.028 km no caso do saneamento de águas residuais).


No final de setembro de 2014, 108% das verbas do QREN estavam comprometidas para financiamento dos projetos aprovados nos diversos PO.

Este valor superior a 100% é comum no final dos ciclos de programação e traduz uma prática de gestão que procura assegurar a total absorção dos recursos disponíveis, tendo em conta a expetável libertação de verbas nas operações aprovadas, quer por cancelamento de algumas operações, quer por conclusão das mesmas em valores inferiores aos inicialmente aprovados.


No que respeita ao processo negocial em curso com a Comissão Europeia relativamente à programação dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento para o período 2014-2020, após a
aprovação do Acordo de Parceria – Portugal 2020 – no final de julho, decorreram importantes desenvolvimentos na negociação dos Programas Operacionais que permitem perspetivar um acordo entre as Autoridades Nacionais e a Comissão Europeia a breve prazo.


Consulte o Boletim Informativo do QREN N.º 25.

contatos